Aumente a autoridade do seu domínio e impulsione seu site!

Saiba mais!


	

Solicitações de refinanciamento imobiliário por pessoas jurídicas aumenta em 2020

Tempo de leitura: 3 min

Escrito por Team PopFay
em junho 25, 2021

Compartilhe agora mesmo:

Solicitações de refinanciamento imobiliário por pessoas jurídicas aumenta em 2020

O refinanciamento imobiliário é uma modalidade de concessão de crédito muito comum no Brasil. Ele funciona de forma semelhante ao empréstimo pessoal; a diferença é que no refinanciamento o solicitante cede um imóvel de sua propriedade à instituição financeira como forma de garantia do pagamento. É por isso que o refinanciamento também é conhecido como crédito com garantia de imóvel.

De acordo com informações do Banco Central, as solicitações desse modelo de crédito cresceram 61% em 2020 se comparadas ao ano anterior. O aumento está relacionado principalmente à crise causada pela Covid-19 e aos impactos econômicos causados em diferentes setores do mercado.

A maior quantidade de pedidos de refinanciamento ocorreu especialmente entre pessoas jurídicas que caracterizam empresas de pequeno porte, organizações fortemente afetadas pela política de isolamento social.

Aumento das solicitações de refinanciamento

A crise causada pela Covid-19 impactou de forma significativa a rotina de muitas empresas, especialmente pequenos negócios. Não é por acaso que muitos empresários estão buscando nos empréstimos uma forma de dar continuidade ao seu funcionamento.

Neste caso, o empresariado tem colocado bens próprios como garantia com objetivo de conseguir prestações e juros mais baixos. O crédito com garantia de imóvel é muito popular e pode ser chamado de financiamento ou home equity. Na modalidade, a pessoa que recebe o empréstimo (tomador) oferece um imóvel como forma de garantia do pagamento.

Segundo dados do Banco Central, de 2005 a 2020, a modalidade teve uma alta de 85%. Porém, o crescimento de 2019 a 2020 foi significativo para um período tão curto, alcançando um patamar de 61%.

Características do home equity

O refinanciamento é uma excelente alternativa; entretanto, antes de solicitar o crédito, é fundamental conhecer as características desse tipo de contrato e os riscos atrelados a ele.

Para contratação do crédito com garantia de imóvel o tomador precisa fazer uma alienação fiduciária de um imóvel. Isso significa que se ele deixar de fazer o pagamento das parcelas do empréstimo, poderá perder a propriedade que foi dada em garantia.

Assim como em qualquer tipo de financiamento, é essencial planejar todas as etapas, avaliar o orçamento disponível e verificar a capacidade de cumprir as obrigações assumidas.

A vantagem da modalidade está nos juros: as taxas dessa modalidade variam de acordo com a instituição, girando entre 0,7% e 1,0% ao mês, mais o IPCA. No ano, o IPCA é de aproximadamente 12%.

Não é por acaso, portanto, que as empresas têm encontrado nesse tipo de empréstimo uma alternativa economicamente viável para manter o funcionamento de seus negócios.

Contratação do crédito com garantia

Antes de contratar qualquer modalidade de financiamento, e isso também vale no caso do crédito com garantia, é fundamental avaliar todas as possibilidades disponíveis.

A operação pode ser considerada arriscada, já que envolve um bem de alto valor agregado. Portanto, se o solicitante não pagar a dívida, corre o risco de perder o imóvel.

Desta maneira, é preciso ter clareza em relação ao contrato assumido e as consequências em caso de inadimplemento da obrigação.

É importante destacar, ainda, que os empresários costumam ter um bom relacionamento com o banco com que trabalham. Por isso, antes de optar pelo crédito com garantia de imóvel, é possível tentar negociar os juros de outras modalidades de empréstimo.

Em algumas situações é possível negociar taxas semelhantes em outros tipos de  produto de crédito. Quanto melhor o relacionamento com o banco, mais fácil é a negociação de taxas. Porém, isso só é possível se a pessoa jurídica tiver perspectivas de melhoria e se banco entender esse movimento como uma opção vantajosa para ele.

Ainda não é possível dizer quais vão ser os efeitos desse aumento de solicitações de financiamento a médio e longo prazo. Para que as empresas consigam manter o pagamento das parcelas e a continuidade das suas empresas, a economia e consumo precisam retomar o momento de crescimento que vinha ocorrendo no início de 2020 e foi interrompido pela crise de saúde pública.

Você vai gostar também:

0 0 votes
Review
guest
1 Comentário
Inline Feedbacks
View all comments
estadao mkt
28 dias atrás

Saiba mais sobre refinanciamento imobiliário no estadao!

Crie Pop Ups grátis!

Crie PopUps grátis exclusivas para o seus site agora!

1
0
Adoramos feedback! Deixe seu comentário!x
()
x